Depois de Yohay Sponder e Meni Malca, comediantes israelenses, criarem uma paródia da cafoníssima canção 'Ai se eu te Pego' - famosa na voz de Michel Teló - surgiram outras paródias, como acontece com todo viral. Destas tantas, vale a pena dar uma olhada em 'Ai si me Opero', dos espanhóis do Tourilandia. Mas o pior estava por vir, acredite.

Eu sou cristão, talvez para surpresa de muitos, já que sou corrosivo bagaraí e não tento vender minha igreja para ninguém. Mas há coisas que me irritam no ambiente cristão. Uma delas é a mania de criar hits baseados em músicas seculares.


Tomar como referência uma música, gospel ou não, não é problema. O absurdo é pegar um hit bubblegum, que muitas vezes tem conotação sexual, para promover sua igreja. É assumir a falta de criatividade e demonstrar claramente que não há preocupação em gastar a prosa com o Criador, mas se deliciar com a fama que aquelas rimas pobres trarão.


Timeline: vinheta digna de montagem de funk; acústico com violão; chuvisco; raios e trovões; a cappella; gravação em estúdio; a cappella; violão e voz ao vivo; caleidoscópio, bola de basquete giratória... Tá, parei com os milagres do chroma key, agora é imaginar o Zé Graça narrando este vídeo e acessar o Desescute para esquecer esta porcaria.

Momento mítico de vergonha alheia.
- Postado por TJ -- em
- Arquivado às 19:13 de terça-feira, 17 de janeiro de 2012
- Licenciado sob Creative Commons 2.5 Brasil (CC BY-NC 2.5)

- Postado por Lucas P9 em 18/01/12 14:21

Esta é a música brasileira que a mídia insiste em exaltar... aff! E outra, é fácil copiar... quero ver criar. Se apoiar em sucessos de ocasião é uma mostra clara de incompetência.

- O comentário acima não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do publicante.
- Postado por Pensador Louco em 18/01/12 20:29

É como eu sempre digo, meu amigo: eu acredito em deus; não acredito é em religião (da mesma maneira que creio em utopia, mas jamais em governos).

Nunca entenderei ou endorsarei qualquer pessoa ou grupo de faça de deus um produto vendável, barato ou não.

Grande artigo, parabéns.

- O comentário acima não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do publicante.
- Postado por renato ckdmotorsport silva em 19/01/12 03:17

Cara disse tudo rápido e de uma forma que qualquer um pode intender, cada dia que passo viro mais seu fan...

- O comentário acima não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do publicante.
- Postado por Joni Tamagushi em 21/01/12 08:53

Vish... Tb sou cristão, e me sinto envergonhado qdo vejo um negócio desses u.u'
Sempre tem um Z´Graça achando que vai bombar fazendo uma cagada dessas.
Outro é aquele tal de Vitinho q não parou de aparecer na TV e foi parodiado em 5 versões diferentes no sertanejo. Eu sei disso pq a minha rádio local toca todas as 5 versões de uma vez :O

- O comentário acima não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do publicante.
- Postado por Jess Veridiana em 17/02/12 09:25

Também sou cristã, parceiro, e não me canso de sentir vergonha alheia pelas coisas que eu vejo por aí que são ditas feitas "Em nome de Deus", "pra Deus" bla bla bla

É por essas e outras que eu não curto música gospel.

- O comentário acima não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do publicante.